Microdocumentários urbanos, breves narrativas na metrópole.

1 mês – 30 filmes

30 dias depois, não é que a gente conseguiu?

Todo dia, uma edição. A gente levando a câmera junto, rodando a cidade, a hora que dava. No almoço, no horário de verão depois do trampo, no meio de uma locação..

Ao final do dia, um upload.

Rodamos por todo lado, as marginais de noite, o trajeto do ônibus, o sebo, tudo virava um filme.

E no final, os filmes publicados no Vimeo, mostrando a data como um diário dos últimos dias: a gente filmando de domingo a domingo, feliz pra caralho!

Então, claro que a gente vai continuar fazendo os filmes, uma frequência menor, mas sempre com muito tesão!

Valeu por tudo amigos, por acompanharem as nossas sessões (continue) e por todo o carinho!

Turma do Cinema de Rua

5 Respostas

  1. Então galera da Prompt!!!!!!
    Super parabéns pela iniciativa, pelo despojamento e acima de tudo pelo tesão com que vocês realizaram este projeto!
    São Paulo é multifacetada, e o olhar, mesmo que “pequeno” que vocês nos deram é extremamente poético. Digo “pequeno” pois, existem milhares de cenas, personagens, cores, sons, formas, beleza, que nos passam desapercebidas diariamente, que nem nos damos conta….
    Beijo no coração de cada um de vocês!
    Sidnei Moreno

    11/03/2010 às 1:52 AM

  2. fabionikolaus

    E agora, qual será o próximo desafio?
    Estamos aceitando sugestões de temas e novas ideias.

    Em breve apresentaremos uma nova loucura, dessas que nos impulsiona e motiva!

    abs à todos.

    11/03/2010 às 9:24 AM

  3. parabéns querido amigo kico. daê povo do cinema d rua! … namastê :)

    11/03/2010 às 5:08 PM

  4. Boa tarde,
    o Paratodos, revista cultural da Tv Brasil, gostaria de fazer uma matéria sobre o blog Cinema de Rua. Mas preciso dos contatos de vocês…
    Aguardo um retorno.

    Muito obrigada.

    Um abraço,
    Maiá Prado
    Paratodos / Tv Brasil

    17/03/2010 às 1:59 PM

  5. Ada

    Foi uma surpresa muito feliz encontrar o cinema de rua. Amo Sampa nas suas contradições e dilemas, nas suas incríveis mazelas e possíveis belezas dentro delas… Vivo escrevendo sobre isso. E encontrar o cinema foi magnifica afinidade. Obrigada!

    27/04/2010 às 12:52 PM

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s